Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

sábado, 30 de outubro de 2010

ENSINAMENTOS PARA UMA VIDA MELHOR - CARLOS G. STEIGLEDER

Quem não precisa de orientação para a sua vida?
Quem não está a procura de um norte para seguir e se guiar?
Quem não busca respostas para as questões que lhe preocupam?
Quem não gostaria de saber o essencial para viver a vida da melhor maneira?
Pensando nesses questionamentos, compomos o livro Ensinamentos para uma vida melhor. Reunindo 18 reflexões sobre questões centrais da vida humana, pretende funcionar a maneira de um pequeno manual ou roteiro para aproveitarmos mais a vida e tudo o que ela nos possibilita, embora sem a presunção de solucionar ou resolver os problemas de ninguém.
O livro apresenta indicações para o caminho, mas percorrê-lo é compromisso de cada um.
Desejamos aos interessados uma boa leitura e apresentamos abaixo o prefácio que abre o livro:
O mundo caracteriza-se, no momento, pela conturbação generalizada.
Em todos os lugares verifica-se o corre-corre das pessoas, tornando evidente a ansiedade, a angústia e a inquietação que as consomem.
Os noticiários enfatizam apenas as tragédias e catástrofes do quotidiano, locupletando-se com a dor e o sofrimento alheios.
A maioria dos indivíduos acha-se acorrentada a uma visão distorcida e fragmentada da realidade.
Aprenderam, talvez por herança cultural, a identificar e focalizar quase que somente as negatividades da vida, esquecendo o que ela tem de especial, de bela, de maravilhosa...
O império da infelicidade, que parece estender-se por todas as partes, decorre da maneira equivocada com que o ser humano vem considerando os episódios diários da sua existência.
Este pequeno livro, embora sua despretenção, representa um firme convite para invertermos, a partir da nossa mudança interior, esse estado de coisas.
Reúne, em capítulos diversos, algumas sugestões para transformarmos nosso modo de ser, de ver, de pensar, de falar e de agir.
O seu conteúdo, expresso em uma linguagem simples, portanto acessível a todos, encontra-se permeado por grandes ensinamentos espirituais, tais como a transcendência do ser, a imortalidade e a reencarnação.
Os diferentes temas que apresenta, deste modo, são abordados a partir de uma perspectiva assentada nas matrizes espirituais da existência.
Jesus, sem sombra de dúvidas, foi quem melhor orientou o ser no sentido da sua vida futura, da sua espiritualidade, da sua busca interior. Por isso mesmo, incluiu-se, em quase todos os capítulos, alguma citação evangélica, à luz da visão espírita, objetivando ampliar e melhorar a nossa compreensão de nós próprios e de nossa vida.
Desejamos, com toda a sinceridade possível, que a leitura seja proveitosa e que contribua, ainda que de forma modesta, para alterar o ponto de vista que temos em relação à existência terrena, encarando-a com mais fé e otimismo, com mais alegria e esperança, a fim de tornarmos nossa passagem pelos caminhos do mundo menos dolorosa.”

PASSA, ESQUECE E PERDOA


Aquele que ama de verdade

Não se ofende nem se magoa,

Traz no coração tranquilidade,

Passa, esquece e perdoa...

Referência:

50 Quadras sobre o Amor, p.41.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O QUE É O FENÔMENO MEDIÚNICO - HERMÍNIO C. MIRANDA



A mediunidade é uma faculdade que permite o intercâmbio entre os indivíduos que estão em diferentes dimensões da Vida, notadamente entre os Espíritos encarnados e os Espíritos desencarnados, sendo comum a todo o ser humano. Essa faculdade é conhecida sobretudo pelos seus efeitos, pelas suas manifestações.
A obra “O que é o fenômeno mediúnico”, do pesquisador, escritor e conferencista Hermínio C. Miranda, trata da faculdade mediúnica do ponto de vista fenomênico, isto é, do modo como ela se dá a conhecer. Definindo “fenômeno” como tudo aquilo que acontece e pode ser observado, o autor contextualiza a mediunidade no processo histórico, principalmente na “(...) dinâmica da história das religiões, dos povos e dos seres humanos” (MIRANDA, 1995, p.8).
Embora se destine àqueles que desejam tomar um primeiro contato com a temática mediúnica, a obra não pode deixar de ser lida pelos coordenadores e dirigentes de grupos de estudos e de trabalhos mediúnicos, por apresentar uma exposição clara, abrangente e sistemática da matéria.
O autor destaca a importância do fenômeno mediúnico em todos os aspectos da vida social e psicológica, inclusive no cenário político, indicando vários fatos que atestam a influência espiritual através da mediunidade em fatos marcantes da história. Um desse fatos, relatados na obra, remete às famosas sessões espíritas realizadas na Casa Branca (EUA), durante o mandato do presidente Abraham Lincoln, que recebeu importantes orientações vindas do Mundo Espiritual através da médium Nettie Colburn Maynard. As orientações referiam-se, entre outras coisas, a estratégias que o presidente deveria adotar durante a Guerra de Secessão, objetivando manter a unidade territorial do país.
A obra também expõe um panorama das pesquisas sobre a mediunidade e explora os seus encaixes com a parapsicologia.
Hermínio C. Miranda consegue tanto introduzir o tema quanto aprofundá-lo.
Segue abaixo o item que encerra a obra:
41. REALIDADE IGNORADA
Como dizia Moisés, quem nos dera que toda a gente exercesse (com critério e seriedade) suas faculdades mediúnicas! Lamentável que não haja uma Nettie Colburn Maynard para cada presidente, rei ou rainha neste mundo.
O problema é que precisaríamos ter também um Presidente Lincoln em cada um desses postos de comando político-social, com grandeza suficiente e humildade bastante para ouvir com atenção e senso crítico a palavra franca, positiva e sábia de um espírito desencarnado de alto nível evolutivo. Não para ditar ordens, mas para trocar idéias e expor alternativas.
Destacamos a condição crítica porque, sem um critério seletivo rigoroso, sem uma crítica atenta ao que nos vem dos espíritos, podemos ficar envolvidos em fatais mistificações ou influenciados a colocar em ação planos tenebrosos de dominação e opressão, como Hitler e seus comparsas encarnados e desencarnados.
Aconselhado pelos Espíritos, Lincoln preservou a integridade de seu país e apressou a libertação dos nossos irmãos de pele negra, proporcionando-lhes 'status' de seres humanos, tão dignos como qualquer outro, seja qual for a cor de sua pele. Dirigentes convictos dessa realidade estariam hoje em condições de preservar a integridade do planeta em que vivemos, onde há espaço físico e mental para que todos vivam em paz e em harmonia com as leis divinas, que tudo ordenam e sustentam, desde os incertos movimentos de uma simples ameba em busca de alimento, até ao esplendor das galáxias pousadas como ninhos imensos de luz na amplidão cósmica do infinito.
O fenômeno mediúnico foi, é, e continuará sendo o instrumento, o veículo dessa realidade, que teima em apresentar-se aos olhos da humanidade que, por sua vez, teima obstinadamente em ignorá-la.
Essa é a grande tragédia da história moderna. Os artefatos nucleares e a as tensões internacionais, sob as quais vivemos esta hora de graves expectativas são dramáticas consequências da ignorância dos que deveriam saber, mas não têm a humildade necessária e suficiente para aprender com urgência o que precisavam saber.
É claro que o fenômeno mediúnico por si mesmo não poderia salvar a nossa civilização enferma e febril, nem estou advogando aqui que se entregue o governo do mundo aos espíritos, porque cabe a cada um de nós o direito e o dever de tomar decisões e responder por elas, mas a aceitação plena da realidade de que o fenômeno tem dado repetido testemunho, mudaria radicalmente o rumo da História.
Essa a grande esperança, enquanto é dia. Rezemos para que haja tempo suficiente para que isso aconteça.” (MIRANDA, 1995, p.95-97).

Referência:

MIRANDA, Hermínio Correa. O que é o fenômeno mediúnico. 3.ed. São Bernardo do Campo, SP: Editora Espírita Correio Fraterno do ABC, 1995. 101p.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

NOS BRAÇOS DE JESUS


Preciso muito de ti, oh Jesus!

Sustenta, pois, os meus passos

Na busca sincera da Grande Luz,

Ao encontro dos teus braços.

Retirado do livro:

50 Quadras sobre Jesus, p.47.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

EM BUSCA DA LUZ



É por todos os homens buscada,
Desde o passado mais remoto
Até hoje, imensa Cruzada,
Misterioso graal ignoto.

Por muitos mestres anunciada,
Buda, Lao Tsé, Fo-Hi, Jesus Cristo,
Como meta a ser alcançada,
De todos os males, antídoto.

É a iluminação da alma,
Jornada longa, sutil e calma,
Que cada um deve empreender.

O conhecimento de si mesmo,
Para o ser não seguir a esmo,
E, sua luz, poder resplandecer!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

NOTA DE IRMÃO - ANDRÉ LUIZ / CHICO XAVIER



Apreciação:

A mensagem que escolhi para nos inspirar nesta semana é do Espírito André Luiz.
Ela nos situa no seio das contradições e desafios que nos singularizam, sublinhando a nossa condição humana.
Reforça que cada um deve cooperar para o bem pessoal e coletivo onde esteja vivendo, jamais tomando as imperfeições que possui por impedimento.
É uma mensagem que ao mesmo tempo esclarece e conforta, merecendo destaque e meditação.

Nota de Irmão

Psicografia do médium Francisco C. Xavier.
Autor Espiritual: André Luiz

Diz você, meu amigo, que não se encontra habilitado para as tarefas do bem, à vista das imperfeições que carrega.
Entretanto, ponderemos:
Se você:
não experimenta empeços orgânicos;
se não suporta conflitos íntimos;
se vive isento de tentações;
se respira em clima de paz inalterável;
se você não tem familiares problemas;
se não sofres obstáculos no lar;
se não vê desajustes em seu grupo social;
se não encontra companheiros difíceis;
se você:
não conheceu algum dia a solidão de perto;
se caminha no mundo sem qualquer inquietação;
se não enfrentou crises em seu campo individual;
se nunca enxergou ao seu lado a presença do desânimo ou da aflição;
se você:
não precisa esforçar-se para conservar seus amigos;
se não conhece adversários na tarefa que a vida lhe confiou;
se trabalha sem críticos que lhe façam observações e lhe desafiem o espírito a discussões e distonias em serviço;
se não experimenta contratempos e desgostos que, de quando a quando, lhe impulsionem o coração a renovações necessárias...
Se você desconhece algo desta lista de provas, então estará fora do seu nível de evolução.
Isso ocorre porque, na Terra, é justamente em problemas e lutas que obteremos as vitórias da alma.
Lembre-se:
A criatura humana realmente não entenderia a voz de uma estrela. E sem que a criatura humana ouça o verbo e receba a cooperação de quem lhe compartilhe as experiências, o esforço da evolução para cada um de nós, no clima do mundo, se faria impossível.”

Retirado do livro:
XAVIER, Francisco C. / PIRES, J. Herculano. Diálogo dos Vivos. São Bernardo do Campo-SP: GEEM, 1974. p.112-113.

PENSAMENTO SOBRE O AMOR - I

domingo, 24 de outubro de 2010

O TEU CRISTO - JOANNA DE ÂNGELIS / DIVALDO P. FRANCO



Apreciação:

Como a sugestão de leitura para esta semana foi o livro Filho de Deus, do Espírito Joanna de Ângelis, escrito através do médium Divaldo P. Franco, escolhi uma das suas belas mensagens para objeto de reflexão.
A mensagem chama atenção para a presença do Cristo em nosso íntimo, iluminando a nossa consciência para que possamos viver em paz e harmonia.
Revelando grande sensibilidade, a autora espiritual consegue tocar o coração, convidando-nos ao trabalho da nossa evolução pessoal...
Vale a pena ler!!!

O teu Cristo

Psicografia do médium Divaldo P. Franco
Autora Espiritual: Joanna de Ângelis

Possuis recursos inimagináveis que estão em germe em tua alma, aguardando os teus estímulos.
Por enquanto, sintonizas com as províncias de sombra por onde transitaste, e já deverias ter-te libertado da sua presença.
Vez que outra descobres toda a força que jaz em ti, aguardando.
Jesus utilizou-se dos seus recursos para demonstrar a finalidade a que se destinavam.
Acalmou os ventos e devolveu ao mar a sua tranquilidade.
Liberou obsidiados e restituiu o equilíbrio aos obsessores.
Sarou enfermidades e recuperou doentes da alma.
Multiplicou pães e peixes e alimentou Espíritos esfaimados da verdade.
Iluminou a Terra e jamais se eclipsou.
Possui o Cristo interno, poderoso, que é teu, mas o manténs manietado, sem ensejar-lhe ação.
Deixa-o espraiar-se através de ti.
Ele é harmonia, e tu estás desequilibrado; é amor, e tu és carência; é claridade e tu és sombra; é vida, e tu te debates nos grilhões da morte.
Com ele agindo por ti, terás decisão para te negares aos pensamentos doentios que se transformam em tormentos e ações nefastos.
És, antes de tudo, o teu mundo interior, e porque aí Ele habita, todo te renovas e dás margem a que estuem as tuas potencialidades para a realização do programa de paz e vida a que estás vinculado.”

Referência:

FRANCO, Divaldo P. (Espírito Joanna de Ângelis). Filho de Deus. Salvador, BA: LEAL, 1986. p.42-43.

sábado, 23 de outubro de 2010

FALANDO SOBRE O ESPIRITISMO - VOLUME 1



É com o coração exultante que apresento uma nova publicação: Falando sobre o Espiritismo – volume 1, com 20 capítulos e 221 páginas.
O livro reúne a transcrição de exposições doutrinárias realizadas em casas espíritas da Região Metropolitana de Porto Alegre-RS, todas elas já publicadas neste blog na condição de pequenos artigos e reflexões.
Versando sobre os temas fundamentais do Espiritismo é, antes de mais nada, uma obra de vulgarização, que apresenta material para estudo e reflexão, redirecionando o leitor para a consulta e o exame das obras básicas da Codificação.
Segue abaixo o prefácio da obra e alguns excertos de cada capítulo:
Desde alguns anos, assumi publicamente o compromisso de colaborar na divulgação do Espiritismo e é o que tenho feito, principalmente através de palestras e grupos de estudos. Esse compromisso, que não é nem um pouco fácil, exige leituras e pesquisas constantes.
Para cada palestra ou apresentação para grupos, muitas são as fontes pesquisadas, emergindo um grande número de informações que requerem exame e interpretação. É um trabalho digno de Hércules, mas que nem sempre fica transparente para aquele que escuta.
Estimulado por amigos, passei a transcrever algumas de minhas palestras, tentando adequá-las à rigidez do texto escrito. Da oralidade para a escrita, no entanto, fizeram-se necessárias várias mudanças durante as transcrições, chegando a suprimir trechos inteiros e a acrescentar elementos novos, de modo que se alguém confrontar o áudio com o texto, verificará com facilidade a distância que se formou entre ambos.
Tanto o áudio como o texto de algumas palestras estão disponíveis gratuitamente em meu blog http://carlossteigleder.blogspot.com, aparecendo aqui enfeixados na forma de um pequeno livro.
Sou o primeiro a reconhecer as imperfeições da minha fala e da minha escrita, mas peço aos meus confrades, aos quais dedico esse livro, que coloquem acima das mesmas o seu conteúdo que reflete os princípios fundamentais do Espiritismo.
Embora abarque uma gama variada de temas e assuntos, o enfoque predominante gira em torno da imortalidade do ser, da reencarnação e da comunicabilidade com os Espíritos. Mesmo sendo independente um do outro, tentei dar um sequência lógica aos capítulos, tecendo um fio quase invisível que os interliga e amarra.
Ainda que não sugira nada de novo no âmbito doutrinário, sou daqueles que acredita que aquilo que se reputa como sendo velho deve ser permanen-temente revisitado.
Assim, ofereço o primeiro volume de Falando sobre o Espiritismo, reforçando o convite que tenho feito em todas as minhas palestras, para lermos e estudarmos cada vez mais as obras basilares da nossa doutrina, a fim de conhecê-la melhor, de compreendê-la com profundidade e, sobretudo, de vivê-la com entusiasmo em nosso dia-a-dia.
Desejo a todos uma boa leitura e agradeço, de antemão, pelas críticas e sugestões que certamente virão...”


Falando sobre o Espiritismo - Volume 1

ROTEIRO DE SUELY C. SCHUBERT NO RS - OUTUBRO/2010

2010-Suely Caldas Schubert RS Outubro

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

FILHO DE DEUS - DIVALDO P. FRANCO / JOANNA DE ÂNGELIS



Allan Kardec explica que uma das principais consequências decorrente da compreensão dos ensinamentos espíritas é a da resignação diante das vicissitudes da vida.
De fato, as lições trazidas pelos Benfeitores Espirituais sobre Deus, a imortalidade, a vida futura, a reencarnação, a mediunidade, a necessidade do bem etc., oferecem ao mesmo tempo esclarecimento e conforto, auxiliando-nos na vilegiatura terrena.
Nesse sentido, como esclarecimento e conforto para as nossas almas, sobretudo naqueles momentos mais difíceis pelos quais passamos, sugerimos a leitura e a meditação do livro Filho de Deus, escrito pelo Espírito Joanna de Ângelis através das mãos do médium baiano Divaldo P. Franco.
Trata-se de um opúsculo, um pequeno livro, mas é possível exclamar: que livro!!!
Reunindo 30 mensagens distribuídas em 108 páginas, encerra um comovente apelo à resignação e ao trabalho fecundo da melhoria de nós mesmos e do meio em que vivemos. Toda as mensagens encontram-se permeadas pelo pensamento central de que somos filhos de Deus e que Ele, como Pai zeloso, amoroso e bom, preocupa-se com cada um de nós, ao extremo, de modo que tudo o que nos sucede, mesmo o que nos leva às lágrimas e cujas razões muitas vezes não compreendemos, objetiva sempre o nosso bem...
Particularmente, esta obra tem sido minha companheira já faz algum tempo, tanto que algumas de suas mensagens estão vivas em minha memória, constituindo fonte permanente de inspiração.
Seguem abaixo alguns trechos para apreciação:
I – “Empenha-te no sentido de conseguir êxitos nos teus empreendimentos íntimos, mesmo que a peso de sacrifícios, recordando-te que, em qualquer situação, Deus está contigo.” (p.9)
II – “Assim, Deus te necessita, a fim de que, em ti refletido, todos O vejam, sintam e amem, esforçando-se cada um para que também O tenha desvelado em seu cosmo interno, experimentando a plenitude que um dia dominará todas as vidas.” (p.16)
III – “Conscientizando-te de que não segues ao léu, mas te movimentas na correnteza da ordem superior, superarás tensões e amarguras, ansiedades e desgostos, porque esse hálito de Deus, que a tudo e a todos vitaliza, manifesta-se em ti e através de tudo aquilo que te diz respeito.” (p.34)
IV – “No lugar onde estejas, Deus está contigo: no lar, no trabalho, no espairecimento, no repouso, na doença, na saúde, nEle haurindo consolo e forças para prosseguires nos misteres a que te vinculas.” (p.51-52)
V – “Conforme aneles e projetes os teus pensamentos, a vida te devolverá em forma de acontecimentos, sensações e emoções.” (p.57)
VI – “Trinfo no mundo, é gozo que passa. Triunfo com Deus, é harmonia que permanece. Deus quer o melhor para ti, e, porque ainda não sabes elegê-lo, proporciona-te os meios para consegui-lo em definitivo, sem margem de o perder.” (p.76)
VII – “Considera aqueles que te cercam, como sendo a tua oportunidade de desdobrar o amor, mesmo que não estejam capacitados para recebê-lo, e, especialmente, por esta razão mesma.” (p.89)
VIII – “A tua vida escreve páginas que irão influenciar outras vidas, nelas permanecendo como exemplos, estímulos ou derrotas. Deus permanece sempre guiando-te e fortalecendo-te para o fanal feliz. Não o duvides, nem o desconsideres.” (p.97)
IX – “Agradece, pois, a Deus, tua vida, teu corpo, teu ser eterno que marcha vertiginosamente para Ele.” (p.103)
X – “Deus te ama
e tu percebes.
Sua ternura
te rocia a face
e Suas mãos
te sustentam.

Seu hálito te vitaliza
e Sua voz silenciosa
chega aos teus ouvidos,
com bênçãos,
com esperanças
e com orientações.

Deus te busca
e te encontra.
Agora que O sentes,
Deixa-te penetrar
e conduzir
ao destino feliz
que te reserva.

Deus vive, manifesta
e dilata o Seu amor
através de ti.
Tu o sabes...
E onde tu estiveres
Ele estará sempre contigo.” (p.108)

Referência:
FRANCO, Divaldo P. (pelo Espírito Joanna de Ângelis). Filho de Deus. Salvador, BA: LEAL, 1986. 108p.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

POSSES VERDADEIRAS

Em nossa vida no mundo
O que temos de verdade
É tudo aquilo que damos
Com amor e caridade!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

DECISÃO...

À cada momento
Pode-se decidir
Entre estacionar
Ou prosseguir!

domingo, 17 de outubro de 2010

VIDA DEPOIS DA MORTE



Excertos do cap. 13, Vida Depois da Morte, do livro A Espiritualidade em Quadras:

Todas as religiões afirmam a continuidade da vida depois da morte. Nenhuma delas, no entanto, traz informações mais completas e objetivas do que o Espiritismo.
Tendo a sua origem na segunda metade do século XIX, num tempo dominado pelo ceticismo e pelo cientificismo, o Espiritismo estruturou-se a partir da observação de fatos positivos.
Estudando e analisando a fenomenologia mediúnica, Allan Kardec coletou e compilou um grande número de dados que atestam a sobrevivência do ser depois da morte, esclarecendo para onde vai, como é a nova realidade que defronta, o modo de vida no mundo espiritual etc.
Compreendendo que a vida prossegue além da morte, a visão que se tem da vida terrena altera-se de maneira significativa, porque deixa de ser o único referencial existente.
[...]

sábado, 16 de outubro de 2010

A LEI DO AMOR


Todo o Universo
Tem por condutor
O princípio maior
Da Lei do Amor!

Do livro:
50 Quadras sobre o Amor, p.32.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

RECEITA DE ACERTAR



Psicografia do médium Francisco C. Xavier.
Autor Espiritual: Cornélio Pires

Recebi o seu bilhete,
Meu prezado Felisberto.
Você nos pede um roteiro,
A maneira de andar certo.

Difícil a indicação
De como pensar e agir.
Sabe você: cada um
Tem uma estrada a seguir.

Toda a pessoa na vida
Caminha tal qual se vê;
Aquilo que me auxilia
Talvez não sirva a você.

Posso afirmar-lhe, no entanto,
Pelo “sim” ou pelo “não”:
Tranquilidade por dentro
Decorre de aceitação.

Não a inércia que enregela
O que encontra em derredor,
Mas sempre a conformação
De quem procura o melhor.

Em corpo são ou doente,
Não adote fantasia;
Trabalhe quanto puder,
Não faça hora vazia.

Se você tolera provas
Nas lutas de parentela,
Em qualquer dificuldade,
Mais vale aguentar com ela.

Pais e mães, esposo e esposa,
Afeições, almas queridas,
São provas renovadoras
Que trazemos de outras vidas.

Encargo suposto humilde?
Não se importe, nem de leve...
Seu esforço é nobre e grande
Se você faz o que deve.

Varando os mares da vida,
Amigos são nossos remos;
Se são bons ou se são falhos,
São sempre os que merecemos.

Esqueça qualquer ofensa,
Não guarde mágoa ou pesar;
Trabalhe, sirva e prossiga,
Deixe o barco navegar...

Eis a receita correta
De acertar, seja onde for:
Mais amor e paciência,
Paciência e mais amor.

Retirado do livro:
XAVIER, Francisco C. / PIRES, J. Herculano. Diálogo dos Vivos. São Bernardo do Campo-SP: GEEM, 1974. p.132.

Pesquisar