Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

SORRIR PARA A VIDA

Sorrir para a vida
É a melhor atitude
Para quem deseja
Atingir a plenitude!

domingo, 26 de dezembro de 2010

LANÇAMENTO DE UMA NOVA SÉRIE: QUADRINHAS PARA REFLETIR (VOLUMES 1, 2, 3 E 4)

Com imensa satisfação, comunico aos amigos que acompanham este blog a publicação de uma nova série, “Quadrinhas para refelir...”. São quatro volumes que apresentam trinta quadras poéticas em cada um deles, todas já divulgadas neste blog.
Abaixo, a capa e a contra-capa das novas publicações:



quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

EM BUSCA DA FELICIDADE



Em todos os dias da tua vida
Busca sempre a felicidade,
Missão possível, mas esquecida,
Que merece, pois, prioridade!

Grande meta a ser atingida
Por ti e toda a Humanidade,
Em permanente arremetida
Demandando amor e bondade.

Na tua atual existência
Abre as portas da consciência
Aos fachos de luz da Divindade!

Ao receberes Deus no coração
Sofrerás profunda transformação
Alcançando a felicidade!

Do livro:
Alguém te espera e outros poemas, p.13

domingo, 19 de dezembro de 2010

ENTREGA O TEU CORAÇÃO A JESUS


Entrega teu coração
Aos cuidados de Jesus,
Recebendo inspiração
Através da Sua Luz!

Do livro:

50 Quadras sobre Jesus, p.30.

JÁ É TEMPO DE NATAL!

PENSAMENTO SOBRE A FELICIDADE - I



"A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família." - Tolstói.

domingo, 12 de dezembro de 2010

ALGUNS CONSELHOS...



Pela manhã, ao acordar,
Lembra de fazer uma prece,
Manter o contato com Deus
Acalma, eleva e fortalece!

Evita começar o dia
Dominado pelo pessimismo,
Para que tudo saia certo
É preciso otimismo!

Em teus relacionamentos
Nunca faltes com a verdade,
Pois quem não é sincero
Não merece credibilidade!

Cuida o que a tua mente
Produz a cada momento,
Tanto o bem quanto o mal
Começam no pensamento!

Em tudo o que fazes
Deixa o bem ser o teu guia,
Ele te levará em segurança
Ao porto da paz e da alegria!


sábado, 11 de dezembro de 2010

PENSAMENTO SOBRE O SOFRIMENTO - I

"A pessoa tem consciência de si, não nas horas felizes, mas nas horas de luta." - Bérgson.

domingo, 5 de dezembro de 2010

SE TIVERES AMOR



Oferecemos para oportuna reflexão a mensagem abaixo que é de autoria de Emmanuel / Chico Xavier. Ela constitui o primeiro capítulo do livro Religião dos Espíritos, lançado em 1960, que faz um estudo da substância religiosa de O Livro dos Espíritos. O último parágrafo da mensagem é um chamamento à compreensão frente aos relacionamentos difíceis.

Se tiveres amor

Reunião pública de 5/1/59
Questão nº 887

Se tiveres amor, caminharás no mundo como alguém que transformou o próprio coração em chama divina a dissipar as trevas...
Encontrarás nos caluniadores almas invigilantes que a peçonha do mal entenebreceu, e relevarás toda ofensa com que te martirizem as horas...
Surpreenderás nos maldizentes criaturas desprevenidas que o veneno da crueldade enlouqueceu, e desculparás toda injúria com que te deprimam as esperanças...
Observarás no onzenário a vitima da ambição desregrada, acariciando a ignomínia da usura em que atormenta a si próprio, e no viciado o irmão que caiu voluntariamente na poça de fel em que arruína a si mesmo...
Reconhecerás a ignorância em toda manifestação contrária à justiça e descobrirás a miséria por fruto dessa mesma ignorância em toda parte onde o sofrimento plasma o cárcere da delinqüência, o deserto do desespero, o inferno da revolta ou o pântano da preguiça...
Se tiveres amor saberás, assim, cultivar o bem, a cada instante, para vencer o mal a cada hora...
E perceberás, então, como o Cristo fustigado na cruz, que os teus mais acirrados perseguidores são apenas crianças de curto entendimento e de sensibilidade enfermiça, que é preciso compreender e ajudar, perdoar e servir sempre, para que a glória do amor puro, ainda mesmo nos suplícios da morte, nos erga o espírito imperecível à bênção da vida eterna.

Referência:
XAVIER, Francisco C. (Espírito Emmanuel). Religião dos Espíritos. 9.ed. Rio de Janeiro: FEB, 1993. p. 15-16.

Pesquisar