Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

LANÇAMENTO OFICIAL DA 20ª FEIRA DO LIVRO ESTUDANTIL DE SAPIRANGA

Contagem regressiva para o maior evento cultural de Sapiranga. Em evento no auditório da Secretaria Municipal de Educação na noite desta terça-feira (24/4), foi realizado o lançamento oficial da 20ª Feira do Livro Estudantil de Sapiranga. Na presença de educadores, autoridades e autores locais, o Prefeito Municipal Nelson Spolaor, o Secretário Municipal de Educaçao Robson Forsin, o Presidente da Câmara de Vereadores João Moraes, e a Coordenadora Geral da Feira do Livro Cleidi do Prado, fizeram a apresentaçao oficial do evento e de suas atrações.

Com atrações literárias de peso, como os autores César Obeid, Marina Colasanti, Jane Tutikian e Mary França e shows culturais como o Guri de Uruguaiana, Galinha Pintadinha – eleito um dos dois maiores shows infantis do país em 2011 - , e a magia do festival de Parintins com o Boi Garantido e Caprichoso da Tribo do Veras, a Feira do Livro promete repetir o sucesso dos anos anteriores, como afirma Cleidi do Prado: “Em 2011 tivemos cerca de 50 mil visitantes durante os três dias de evento. Com a participação de alunos locais e de toda região e a presença da comunidade para prestigiar este evento gratuito, contaremos com um número ainda maior de visitantes”, destaca.

Na ocasião, os autores locais Elemar Krämer, Jairo Brum Gomes, Carlos Steigleder, Gustavo Hanauer, Iara Averbeck, Eliane Sgária Friedrich, Catiane da Silva, Caroline Waschburger Silva e Nana Bernardes,   que estarão presentes da feira foram homenageados com um certificado, agradecendo aos escritores pela contribuição artística realizada junto ao município e região. “É um destaque merecido para os talentos daqui, que estarão em igualdade com os grandes nomes da literatura que traremos para a feira. Todos são construtores desta maravilhosa arte que é a literatura”, agradeceu Robson Forsin.

Para Nelson Spolaor, a Feira do Livro é um demonstrativo de como a cultura deve ser celebrada. “Estamos mostrando para toda a nossa comunidade e também para a região, que a cultura deve ser celebrada e disseminada entre todos. É um espaço gratuito para que todos possam usufruir, aprender, se divertir, descobrir novas pessoas e novas histórias, assim como prega o slogan desta edição. Portanto, convido a todos que prestigiem e façam ainda maior o brilho desta feira que promete ser especial em nossa cidade”, afirmou o prefeito municipal.
Confira a programação completa da 20 Feira do Livro Estudantil de Sapiranga:
 DIA 3 DE MAIO

13h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Abertura Oficial

14h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Espetáculo Teatral: Família Sujo
Grupo Cuidado que Mancha

14h30 - ESPAÇO DO AUTOR
Bate-papo e sessão de autógrafos - autor Cesar Obeid

14h30 - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Mary e o ilustrador Eliardo França

14h30 - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Show Quem quer Brincar Comigo -
Contação de Histórias com
Tino  Freitas

14h30 - ESPAÇO DA LITERATURA
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Jane Tutikian

15h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Espetáculo Nada na Manga
Mágico LUI & Mágico Adriano Ramos

15h30 - ESPAÇO DO AUTOR
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Caroline Waschburger Silva

15h30 - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Hora do Conto
Biblioteca Municipal

15h30 - ESPAÇO DA LITERATURA
Bate-papo e sessão de autógrafos - autor Elemar Krämer

16h - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Bate-papo e sessão de autógrafos com o autor Jairo Brum Gomes

16h - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Show Quem quer Brincar Comigo -
Contação de Histórias com
Tino  Freitas

16h - ESPAÇO DA LITERATURA
Hora do Conto
Biblioteca Municipal

19h - ESPAÇO DA CULTURA
Labirinto dos Sentimentos
Grupo 2por2

19h - ESPAÇO DO AUTOR
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Iara Averbeck

19h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Nana Bernardes Canta Sapiranga

20h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Show Festa da Natureza
Tribo do Veras Amazon Music Show


DIA 4 DE MAIO

8h - ESPAÇO DA CULTURA
Despertar com Grupo 2por2

8h15 - Uma viagem pelas feiras...
Grupo de Dança Dr. Décio

8h - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Hora do Conto
Contadoras de Histórias da Secretaria de Assistência Social

8h - ESPAÇO DA LITERATURA
Bate-papo e sessão de autógrafos com o autor Gustavo Hanauer

8h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Espetáculo Teatral: Jogos de Inventar, Cantar e Dançar
Bando de Brincantes

8h30 - ESPAÇO DO AUTOR
Bate-papo e sessão de autógrafos - autor Cesar Obeid

8h30 - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Show Quem quer Brincar Comigo -
Contação de Histórias com
Tino  Freitas

9h - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Caroline Waschburger Silva

9h - ESPAÇO DA LITERATURA
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Mary e o ilustrador Eliardo França

9h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Vamos Brincar de Boi
Tribo do Veras Amazon Music Show

10h - ESPAÇO DA CULTURA
Espetáculo Nada na Manga
Mágico LUI & Mágico Adriano Ramos

10h - ESPAÇO DO AUTOR
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Marina Colasanti

10h - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Contação de Histórias: Celso Sisto

10h - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Show Quem quer Brincar Comigo -
Contação de Histórias com
Tino  Freitas

10h - ESPAÇO DA LITERATURA
Hora do Conto
com as Contadoras de Histórias da Secretaria de Assistência Social

13h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Espetáculo Teatral: Almofada, o Castelo e o Dragão
Grupo Cuidado que Mancha

13h30 - ESPAÇO DO AUTOR
Bate-papo e sessão de autógrafos com o autor Cesar Obeid

13h30 - ESPAÇO DA LITERATURA
Bate-papo e sessão de autógrafos com Nana Bernardes

14h - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Bate-papo e sessão de autógrafos - autora Marina Colasanti

14h - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Show Quem quer Brincar Comigo -
Contação de Histórias com
Tino Freitas
 
14h30 - ESPAÇO DA LITERATURA
Hora do Conto

15h - ESPAÇO DA CULTURA
Vamos Brincar de Boi
Tribo do Veras Amazon Music Show

15h - SPAÇO DO AUTOR
Contação de Histórias: Celso Sisto

15h - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Oficina de História: A Casa do Elefante - autor Carlos Steigleder

15h - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Bate-papo e sessão de Autógrafos com Eliane Sgária Friedrich

15h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Rádio Chulé

15h30 - ESPAÇO DA LITERATURA
OFICINA PARA EDUCADORES: Oficina O Barbante e a Rima com César Obeid

16h - ESPAÇO DO AUTOR
Bate-papo e sessão de autógrafos com Jairo Lui de Souza - Patrono da Feira do Livro de Canoas
“Mariana em Canto”

16h - ESPAÇO DAS HISTÓRIAS
Bate-papo e sessão de autógrafos com Catiane da Silva

16h - ESPAÇO DA IMAGINAÇÃO
Show Quem quer Brincar Comigo -
Contação de Histórias com
Tino  Freitas

19h - ESPAÇO DA CULTURA
Espetáculo Nada na Manga
Mágico LUI & Mágico Adriano Ramos

20h - ESPAÇO DA CULTURA
Show do Guri de Uruguaiana


DIA 5 DE MAIO

8h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Despertar com Grupo 2por2

9h - ESPAÇO DA CULTURA
Show com a Banda Marcial Municipal de Sapiranga

9h - ESPAÇO DO AUTOR
Palestra “Os contos populares africanos no caminho da  diversidade”: Celso Sisto

9h - ESPAÇO DA LITERATURA
CONVERSA DE SÁBADO
A MAGIA DAS HISTÓRIAS: A ARTE DE CONTAR E ENCANTAR:
Bate-papo - autores convidados: César Obeid, Tino  Freitas, Eliana Sgária.
Jairo Brum, Nana Bernardes, Caroline Waschburger Silva, Carlos Steigleder,
Gustavo Hanauer, Elemar Kramer e  Iara Averbeck.

9h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Show A Galinha Pintadinha


10h30 - ESPAÇO DA CULTURA
Encerramento com o Show O Boi de Parintins
Tribo do Veras Amazon Music Show

Atividade Permanentes:
Animação e Recreação – Grupo 2por2
Intervenções Poéticas
Malabares
Esculturas em Balão
Espaço de Arte Infantil
Salão de Beleza Infantil
Ônibus Tecnológico
Cinema 3D
Centro Municipal de Estudos Ambientais – CEMEAM
Nutrição em Ação
Exposição e Comercialização de Livros
Espaço Ativo: Xadrez, Capoeira, Hip Hop e Ginástica Artística
Praça de Alimentação
Ervateira Schneider


Leandro Souza
Coordenadoria de Comunicação Social

Fonte:
http://www.sapiranga.rs.gov.br/index.php/noticias/ver/3483

quinta-feira, 26 de abril de 2012

EMMANUEL JÁ ESTARIA REENCARNADO?

Vídeo que lança luz sobre a polêmica em torno da reencarnação de Emmanuel, mentor espiritual do médium mineiro Chico Xavier. Achei muito interessante! Recebido via e-mail da amiga Zeta.


terça-feira, 24 de abril de 2012

PENSAMENTO...

Não importa com quem estejas ou o lugar em que te encontres, aproveita o ensejo de servir e de amar.

domingo, 22 de abril de 2012

NO PLANO TERRENO


Estamos neste plano,
De provas e de expiações,
Para fixar na alma
Importantes lições.

Dentre os muitos mestres
Que temos ao nosso dispor,
Dois merecem destaque:
São eles o Amor e a Dor!

O Amor é sempre doce,
Ensina sem pressa, devagarinho,
Vai despertando o nosso melhor
Com paciência e com carinho.

A Dor é sempre inflexível
E tem pressa em ensinar,
Usa métodos mais duros
Para a gente melhorar.

O Amor vem primeiro,
Aformoseando a vida,
Mas se o ignoramos
A Dor vem em seguida.

Ambos se complementam
Na educação que começou,
Mas a dor só se manifesta
Onde o amor fracassou.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

AUTOCONHECIMENTO

Conhece-te? Quem tu és?
Isso é muito importante saber,
Pois quem não sabe o que é,
Também não sabe viver...

domingo, 15 de abril de 2012

ANTIPATIA - CHICO XAVIER / EMMANUEL


Não olvides que o passado revive no presente.
***
Quando a aversão te visite o mundo íntimo, à maneira de nuvem, subtraindo-te a paz, lembra-te de que a Divina Misericórdia situou à frente de tua alma a bendita oportunidade da reconciliação, ainda hoje, com os desafetos de ontem.
***
Qual acontece com o tesouro do carinho amealhado pelo amor, no escrínio do coração, de existência a existência, o espinheiro da antipatia é veneno acumulado pelo ódio no vaso de nossa mente, de século a século, conturbando-nos o caminho.
***
Recorda que, se o amor nos eleva aos cimos estelares, o ódio nos impele aos vales da sombra e atende à própria libertação, procurando renovar a fonte de teus desejos, em benefício da própria felicidade.
***
A aversão, quase sempre, destaca-se de improviso, no ambiente mais íntimo de nossa experiência em comum, por desafio à nossa capacidade de auxiliar e compreender.
Assinalando-a no lar ou na vizinhança, em teu círculo de trabalho ou no santuário de tua fé, roga ao Senhor, através da oração, para que as tuas energias se refaçam, de modo que a treva te encontre o sentimento por bênção de luz, exemplificando a fraternidade e o entendimento, o sacrifício e o perdão.
***
Aconselha-te com a piedade do Cristo, tanta vez revelada, em nosso favor, e compadece-te daqueles que te ensombram a alegria... Ei-los que surgem, a cada hora, na pessoa do familiar que se nos agregou à rede consanguínea, no companheiro de jornada justaposto ao nosso clima, no parente indireto que as circunstâncias nos ofertaram ao templo doméstico, no chefe humano chamado a orientar-nos o serviço, no subordinado trazido à cooperação na obra que o Senhor nos pede realizar...
***
Alça a própria fé nas asas da boa vontade e ajuda-os quanto possas, de vez que antipatia superada é anexação de mais amor ao campo de nossa vida e mais amor em nossa vida significa mais ampla ascensão de nosso próprio espírito, no rumo da Luz Eterna.

Referência Bibliográfica:

XAVIER, Francisco C. / Espírito Emmanuel. Inspiração. São Bernardo do Campo, SP: GEEM (Grupo Espírita Emmanuel), 1978. p.86-89.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

NA ESTRADA SINUOSA

Por mais sinuosa
Que seja a estrada,
Passo por passo,
Conclui-se a jornada!

sábado, 7 de abril de 2012

ALVORADA DO REINO - Maria Dolores / Chico Xavier


Tiago, filho de Alfeu, em desconforto,
No desapontamento que o invade,
Antes que se rompesse a tempestade
Prestes a desabar sobre Jerusalém,
Foi ver o Cristo morto.

O vento escorraçava a multidão,
Que descia tangida à chibatas de pó;
Vendo o topo do monte quase sem ninguém,
Sob certo disfarce, o aprendiz de Jesus
Subiu, ansioso e só,
E falou para o Mestre, aos pés da cruz:
-Por que morrer assim, Jesus, se as profecias
De nossas tradições e de nossas memórias,
Falam de ti no Reino que previas,
Na condição de rei, cercado de vitórias?
O povo te saudou por Príncipe Perfeito,
Alto libertador da Terra Prometida...

Por que não combateste, ao menos, por respeito
Aos que disseste amar nas agruras da vida?
Perdoa-me, Senhor, a repulsa que tenho,
Nada vejo que a fé nos recomponha...
Ai de nós que ficamos!... Este lenho
Para sempre, será nossa própria vergonha...

O apóstolo pausara, cismarento,
Mas do próprio madeiro,
Varando o ribombar do firmamento,
Veio, em amargo acento,
A voz de um Mensageiro,
Dos muitos que velavam, na hora extrema,
Pela paz do Divino Companheiro:
-Silencia, Tiago!... O reino que esperavas
É o mesmo desta hora em que se escuta
O terrível clamor de sofrimentos e luta
Das vastas multidões das almas escravas...
De que vitórias falas? As da guerra?
Da pilhagem no sangue em que se alaga?
Da púrpura dos reis que refulge e se apaga,
Ante a cinza dos túmulos da Terra?
Jesus não trouxe ao mundo o império da opressão
E sim a luz do Reino Superior
De verdade e de paz, de esperança e de amor,
Alto Reino de Deus que deve se elevar
De nosso coração!...

Emudecera a voz, mas o apóstolo aflito
Voltou a perguntar:
-Então Jesus, o Ungido dos Ungidos,
Não veio proclamar
A terra em que nasci por nação de escolhidos?!...

O Emissário, porém, clamou da cruz, em tom profundo:
-Tiago, não te dês a preconceitos vãos,
Todo povo é de Deus, nos caminhos do mundo,
Todos somos irmãos!... Todos somos irmãos!...

O aguaceiro no céu, a jorros se destampa...
O apóstolo descia, pensativo,
Mas, na última rampa,
Encontra um pobre homem morto-vivo...
É um mendigo estirado, ao pé do morro,
A rogar por socorro...
Está febril, cansado, espancado e ferido.
Tiago enxerga nele um farrapo sangrento
E refletiu, de si para consigo:
-Será este, meu Deus, o divino momento
De compreender Jesus?

Inquieto e surpreendido,
A sentir-se, por dentro, em nova luz,
Toma o desconhecido
E, a carregá-lo nos seus próprios braços,
Registra estranha força a sustentar-lhe os passos...

Lembra a história do Bom Samaritano
E, na grandeza do seu gesto humano,
Leva o infeliz a humilde hospedaria...

Na rua, a tempestade atroava e rugia...

O apóstolo recorda o Cristo entre os doentes,
Desolados, sozinhos, maltrapilhos,
Que tratava por filhos,
Entre afagos e zelos permanentes...

Em seguida, contempla, enternecido,
Aquele companheiro anônimo e vencido;
Limpa-lhe o corpo em chaga e oferece-lhe um leito,
De inesperado amor inflama-se-lhe o peito...
Nessa transformação,
Abraça-se ao pedinte por irmão!...

Lá fora, o temporal estrugia, violento,
Apedrejando a Terra, entre os uivos do vento!...

Tiago se rendera à extrema compaixão...
Tocado de alegria excelsa e rara,
Sentiu, dentro do próprio coração,
Que a construção do Reino começara...

XAVIER, Francisco C. (Espírito Maria Dolores). Alma e Vida. 1.ed. São Paulo: Cultura Espírita União (C.E.U.), 1984. p.67-70.

Pesquisar