Pensamento...

"Eu sou o Colombo da minha alma e diariamente descubro nela novas regiões." | Gibran Khalil Gibran.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

A PROCURA DO CORAÇÃO

Coração que não procura
O equilíbrio e a paz,
Bate incessantemente
Mas jamais se satisfaz.

PENSAMENTOS...

Meus pensamentos voam, procurando-Te por toda parte. Avançam pelo Sem-Fim, mas sem sucesso... Onde estás? Não Te encontro em parte alguma. Cansados de sua peregrinação, voltaram. As suas ondulações febris e inquietas deram lugar à calma e, enfim, à quietude. E foi então que o inusitado ocorreu. Recolhidos dentro de mim, sem mais procurarem-Te, no silêncio que fizeram e na serenidade que alcançaram, de alguma forma, foi aí que Te encontraram.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

O MELHOR É AMAR

Coração desanimado,
Que se queixa sem parar,
Não sabe que ser amado
Não é melhor do que amar.

domingo, 23 de abril de 2017

FITA O SOL | LANÇAMENTO






SINOPSE

"Fita o sol" é um livro inspirador. Abre a série "Quadrinhas e reflexões..." É um misto de poesia e de prosa, girando em torno dos temas existenciais sob a luz do entendimento espiritual.
Ideal para os dias de hoje, demarcados pelo corre-corre e pela pressa, apresenta conceitos claros e concisos, favorecendo a reflexão e o crescimento pessoal.
 
DADOS

Título: Fita o sol
Autor: Carlos G. Steigleder
Ano: 2016

Tamanho: 14cm X 16cm
Quantidade de páginas: 68p.

ISBN: 978-85-64482-09-8



domingo, 9 de abril de 2017

A FÉ ESPÍRITA

Diferente de todas as outras,
Por apoiar-se em evidências,
A fé espírita nos guia
Rumo à novas transcendências...

Essa fé é inconfundível,
Como ela, não há igual:
Esclarece, instrui, ilumina,
Vê o bem até no mal.

Balsamiza e acalma,
Consolando os que choram,
Levantando os caídos,
Elevando os que oram...

Tem o dom de resgatar
A alegria de viver,
Ensinando que mais vale
Antes “ser” do que “ter”.

Legitima a certeza
Da vida após a morte,
Conferindo ao ser humano
Nova luz, um novo norte!


Referência:

STEIGLEDER, Carlos G. Além da montanha & outros poemas. 1.ed. Sapiranga-RS: Ed. Caminho Espírita, 2016. p.32.

sábado, 8 de abril de 2017

ALÉM DA MONTANHA E OUTROS POEMAS | LANÇAMENTO

SINOPSE
 

Além da montanha constitui uma coletânea de poemas que busca refletir sobre os caminhos da vida a partir de uma perspectiva espiritual. O título vem do poema escolhido para introduzir os demais, que se preocupa com o nosso comportamento refratário frente aos desafios, às necessidades de mudança e aquilo que é diferente e novo para nós.
Reúne versos que abordam desde a questão da presença de Deus em nossas existências e da imortalidade espiritual, passando pelos temas do cotidiano, como a vida conjugal e as relações familiares, até a autoiluminação e o nosso encontro pessoal com Jesus.



DADOS

Título: Além da montanha & outros poemas
Autor: Carlos G. Steigleder
Ano: 2016
 
Tamanho: 9,5cm X 18cm
Quantidade de páginas: 40p.

ISBN: 978-85-64482-08-1

segunda-feira, 3 de abril de 2017

PENSAMENTO...

“Eis um teste para saber se você terminou sua missão na Terra: se você está vivo, não terminou”. - Richard Bach

domingo, 2 de abril de 2017

EDITORA CAMINHO ESPÍRITA

Depois de um breve interregno, a Caminho Espírita está de volta, totalmente reformulada. Através das suas publicações, tem como principal objetivo promover a Espiritualidade, contribuindo para a formação de uma nova mentalidade, pautada nas matrizes espirituais da existência. Em prosa ou em verso, os seus títulos constituem convites à reflexão sobre os temas mais variados, ensejando a introspecção e o autoconhecimento. Escolha os títulos de sua preferência e incremente o seu crescimento pessoal.

  https://www.caminhoespirita.com.br

Quem na vida não tem fé
Vive ao sabor da própria sorte,
Não tem rumo certo,
Não sabe onde é o norte...

segunda-feira, 27 de março de 2017

TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS E OBSESSIVOS | MANOEL PHILOMENO DE MIRANDA / DIVALDO PEREIRA FRANCO

"Transtornos Psiquiátricos e Obsessivos" é uma obra psicografada pelo médium baiano Divaldo Pereira Franco, tendo como autor espiritual Manoel Philomeno de Miranda. Apresenta o relato de um grupo de trabalahdores espíritas que militam em uma clínica psiquiátrica buscando consorciar o atendimento médico ao espiritual. É um primoroso estudo dos problemas ligados à obsessão espiritual, quase sempre presente nos trantornos psicológicos e psiquiátricos, embora nem sempre devidamente diagnosticados. A leitura é muito instrutiva, apresentando a continuidade do trabalho no mundo espiritual de muitas lideranças espíritas desencarnadas, tais como José Petitinga, Inácio Ferreira, Bezerra de Menezes e outros.


terça-feira, 21 de março de 2017

O VÉU DA ALMA

Quem estuda a si mesmo
Com paciência e calma
Está levantando o véu
Que encobre a própria alma.

quarta-feira, 15 de março de 2017

PENSAMENTOs...

       Não desconsideres os teus impulsos espirituais, pois são eles que movimentam a tua existência, configurando a realidade em que te situas. Desconsiderá-los é condenar-se ao alheamento e ao estacionamento indefinido, renunciando ao dinamismo superior da vida. Tu só crescerás se os observares atentamente, canalizando-os de maneria adequada. Estes impulsos, em outras palavras, nada mais são do que os apelos de Deus, que sempre insiste em nossa superação, vitória e elevação.

domingo, 5 de março de 2017

TEUS GESTOS

Se em tudo o que fizeres
Colocares o amor,
Refletirás em teus gestos
A presença do Criador.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

HUMILDADE

A humildade é uma virtude
Que eu não entendo muito bem:
Quem a tem não sabe
E quem sabe não a tem!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

EMPREENDIMENTO - JOÃO NUNES MAIA / ESPÍRITO LOESTER

Empreendimento no alvorecer da vida é o teu dever maior; não obstante, deves saber o que vais realizar.
***
Trabalho é uma forma de oração ao Criador, porém é de urgência saber que a prece no silêncio de teu aposento te faculta forças para o labor de cada dia.
***
Ação é sinônimo de fazer; deve usar os teus braços para a tua independência econômica, deixando o comando à cabeça, para que o rendimento seja maior.
***
Fortuna lícita é fruto do fazer, mas mesmo assim, ela não pertence somente a ti; faze o que puderes pelos outros, que te ajudaram a ganhá-la.
***
Empresa é um conjunto de esforços, não podendo apenas um desfrutar do conforto; a consciência em Cristo não apoia o abandono das mãos que te serviram.
***
Obrigação é dever a ser cumprido e seu esquecimento a lei não perdoa.
***
Serviço é palavra séria, que sempre inquieta o preguiçoso.
***
Aplicação é marca do Cristo na vida da alma, pra que ela se liberte dos cravos da inércia.
***
Trabalhar é tomar remédio diariamente para acalmar a consciência por vezes desatinada; na retaguarda do trabalho vem a paz, sorrindo pela presença do Amor.
***
Labor é vida, porque se o organismo parar, a forma entra em decadência; tudo no universo se movimenta para viver.
***
Empreendimento é serviço da inteligência, que o coração convidou pelo preço da liberdade; quem não gosta de trabalhar, está morrendo sem saber notícias da glória da vida de quem vive pelo fazer.

Referência:

MAIA, João Nunes (Espírito Loester). Sinônimos para a paz. Belo Horizonte: Fonte Viva, 1986. p.110-113.




segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

BONDADE

A bondade é virtude
Delicada e modesta,
Quem a tem reflete Deus
Quando a manifesta!

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

A MELODIA DO SILÊNCIO - MEIMEI / CHICO XAVIER

Originalmente, a mensagem abaixo foi obtida por meio da psicofonia do famoso médium mineiro, sendo depois transcrita e inserida no corpo da obra “Instruções Psicofônicas”

A melodia do silêncio

Na fase terminal de nossas tarefas na noite de 10 de junho de 1954, tivemos a afetuosa visita de Meimei, a nossa companheira de sempre, que, utilizando os recursos psicofônicos do médium, falou-nos sobre os méritos do silêncio, em nossa construção espiritual.

Repara a melodia do silêncio nas criações divinas.
No Céu, tudo é harmonia sem ostentação de força.
O Sol brilhando sem ruído…
Os mundos em movimento sem desordem…
As constelações refulgindo sem ofuscar-nos…
E, na Terra, tudo assinala a música do silêncio, exaltando o amor infinito de Deus.
A semente germinando sem bulício…
A árvore ferida preparando sem revolta o fruto que te alimenta…
A água que hoje se oculta no coração da fonte, para dessedentar-se amanhã…
O metal que se deixa plasmar no fogo vivo, para ser-te mais útil…
O vaso que te obedece sem refutar-te as ordens…
Que palavras articuladas lhes definiriam a grandeza?
É por isso que o Senhor também nos socorre, através das circunstâncias que não falam, por intermédio do tempo, o sábio mudo.
Não quebres a melodia do silêncio, onde tua frase soaria em desacordo com a Lei do Amor que nos governa o caminho!
Admira cada estrela na luz que lhe é própria…
Aproveita cada ribeiro em seu nível…
Estende os braços a cada criatura dentro da verdade que lhe corresponda à compreensão…
Discute aprendendo, mas, porque desejes aprender, não precisas ferir.
Fala auxiliando, mas não te antecipes ao juízo superior, veiculando o verbo à maneira do azorrague inconsciente e impiedoso.
Não saiba tua mão esquerda o que deu a direita – disse-nos o Senhor.
Auxilia sem barulho onde passes.
Recorda a ilimitada paciência do Pai Celestial para com as nossas próprias faltas e ajudemos, sem alarde, ao companheiro da romagem terrestre que, muitas vezes, apenas aguarda o socrro de nosso silêncio, a fim de elevar-se à comunhão com Deus.

Referência:

XAVIER, Francisco Cândido (Espíritos Diversos). Instruções Espíritas. 6. ed. Brasília: FEB, 19 (1. ed. de 1955). p.71-72.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

O SÁBIO QUE AMAVA | DO CD PARA REFLETIR - VOLUME 1

DEGREDADO DAS ESTRELAS

Eu estendo os meus olhos
Ao zimbório iluminado
Contemplando o Sem-Fim
Com o peito dilacerado...

Me invade uma saudade
Que eu não sei como explicar
De alguma estrela distante
Que um dia foi meu lar.

Por que vim parar aqui,
Neste mundo de expiação?
Em silêncio eu formulo
Uma singela oração.

E as luzes lá do Alto
Aproximam-se de mim,
Abrandando a minha dor
Que parecia não ter fim.

Uma estranha sensação
Se espalha em minha alma,
Onde havia inquietação
Agora há paz e calma.

De algum modo compreendi
Que da Terra ao Mais Além
Tudo está interligado
Pelas forças que nos mantêm.

Portanto, se estou aqui
Deve ter uma razão
Que preciso descobrir
Dentro do meu coração.



quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

NO CORREIO DA LUZ | CHICO XAVIER / MARIA DOLORES

Uma longa jornada em noite fria
É como se a existência se te fosse...
Segues temendo a sombra... A ventania
É o turbilhão de pó que ela te trouxe...

Ampliam-se os calhaus em que tropeças...
O aguaceiro desaba... O granizo te alcança...
Assombram-te os perigos que atravessas,
Arrimando-te à prece em fios de esperança...

Ergues-te e cais... Levanta-te, rastejas,
De coração atento aos deveres que levas...
Há quem te aguarde, além do repouso que almejas,
A mensagem da paz, no amor que vence as trevas...

Sangrem-te os pés, esforça-te, porfia,
Olvida a própria dor, na estrada austera,
E atingirás, chorando de alegria,
A luz do novo dia que te espera...

Referência:

XAVIER, Francisco Cândido (Espírito Maria Dolores). Alma e vida. São Paulo: Cultura Espírita União, 1984. p.31

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

VISITA À MANSÃO DO CAMINHO


"A Mansão do Caminho, construída numa área de 78,000 metros quadrados, está envolvida pelo verde profundo da mata nativa e pelo colorido festivo dos seus jardins.
Divaldo Franco, juntamente com Nilson de Souza Pereira, Tio Nilson, fundou esta obra de amor e de fraternidade no dia 15 de agosto de 1952, na cidade do Salvador.
O primeiro prédio da Mansão do Caminho, nome dado em homenagem à Casa do Caminho dos primeiros cristãos, situava-se na rua Barão de Cotegipe, n. 124, no bairro da Calçada, em Salvador. Todavia, foi somente no ano de 1955 que foi adquirido o terreno onde seria construída a Mansão do Caminho, localizada no bairro Pau da Lima, na cidade do Salvador.
Começava a nascer, então, o que viria a ser uma dupla experiência: os lares-famílias, reprogramando o ambiente familiar com sábias orientações cristãs e espíritas, envolvidas pela ternura fraternal dos tios e das tias sempre sob a orientação de Divaldo Franco e de Tio Nilson.
Assim, sob as luzes e as bênçãos da nobre Mentora Espiritual Joanna de Ângelis, esses lares floresceram contribuindo com o aprimoramento intelectual, moral e espiritual de milhares de crianças que receberam desta Colméia de amor a oportunidade ímpar de uma existência digna e feliz.
Desta forma, em mais de quarenta anos, cerca de 680 crianças e jovens residiram nesses lares substitutos, até a emancipação. Uma grande parte deles constituiu família, mantendo seus lares com edificação, trabalhando dignamente, cada qual na área escolhida."

Referência:

http://www.mansaodocaminho.com.br/mansao/apresentacao/ (consultado em 25/01/2017) 

Visitar a Mansão do Caminho foi uma experiência incrível. Já na entrada é possível perceber a dimensão  grandiosa do trabalho social e educacional ali desenvolvido.
















Mensagens espelhadas psicografadas pelo médium Divaldo Pereira Franco em francês e em inglês de autoria espiritual de Léon Denis e de Joanna de Ângelis, respectivamente.



Pesquisar